Friday, September 29, 2006

O quanto dura 1 bilhão de anos?

Author: Ruben Zevallos Jr.

Um bilhão pode ser muito, se consideramos, que a nossa vida, na melhor das hipóteses, poderá chegar aos 70 anos. Que a vida na Terra, nasceu a, digamos, uns 500 milhões de anos? Pensando mais além, o nosso planeta, tem uns 5 Bilhões de anos... pensando assim, é pouco... 1 bilhão.

Então, o que é 1 bilhão de anos, para um Universo que tem pelo menos 15 bilhões?

Quando pensamos em civilizações... conseguimos pensar em 1 centena, duas talvez... os Romanos, tiveram uns 600 anos de civilização, os Egípcios, uns 3 mil? Já os Chineses, tem mais de 5 mil anos, então, vem a pergunta.

Será que a nossa civilização chega aos 10 mil anos?

Com o advento da comunicação global, a nossa civilização acelerou e em muito, a quantidade de patentes, novos produtos, novos projetos. A troca quase que instantânea de informações, fez com que o mundo pudesse ver ao vivo e a cores, a queda das 2 torres em NY. Puderam ver o início da guerra no golfo e até, o 1o ataque ao vivo em Bagdad.

A nossa civilização, quase se destruiu muitas vezes nos últimos 20 anos e devido a industrialização, estamos destruindo o meu ambiente e quem sabe, conseguiremos de fato, nos estinguir.

Pensar em 1 mil anos, conseguimos pensar, tivemos civilizações com mais que isso... 10 mil anos, até podemos, mas será que no mundo de hoje, conseguiremos sobreviver?

Como que seremos dentro de 1 milhão de anos?

O ser humano tem mudado muito, mas pelo que os cientistas tem visto, muito pouco mudou nos últimos 10 mil anos, ou seja, o gênero humano não evoluiu e será que o fará dentro de alguns milhares de anos?

A evolução é algo que muda a estrutura, focando a proteção e principalmente, com base na seleção natural das espécies.

Antigamente, digo, há milhares de anos, um filho defeituoso, era morto ou morria com o tempo, com isso, ele não teria o seu código genético defeituoso passado para frente, hoje, temos tantas doenças geneticamente transmissíveis, que nem damos bola. São muitos casos, como, inclusive, uma comum, que é a miopia de alto gráu. É certo, que na selva, como da África, os negros miópes, não sobreviveram muito tempo e principalmente nas tribos nômades também não, eles ficariam para trás.

E as raças?

O tempo tem passado, e as raças, antes isoladas, começaram a se misturar... aqui no Brasil, é muito comum, ver mais pessoas mistas, que somente as puras, como o Branco e o Negro... vemos mais os pardos, mulatos entre outras...

Imagino, que com o tempo, poderemos ter outras raças, porque o que aconteceu, sempre foi que o isolamento, fez com que o homem evoluir um pouco, para conseguir se adaptar melhor a natureza, mas como que será uma colônia em Marte ou alguma lua de Jupiter? Será que eles vão acabar evoluindo dentro de uns 500? 1000 anos?

Hoje, temos que juntar a equação, que temos a engenharia genética. Antes, com o negros, os homens ""brancos"", selecionavam sempre os melhores negros, e foram eles que estão hoje ai, por isso que os negros, são os melhores corredores, jogadores de basquete entre muitos outros esportes.

Imagino, que um mundo como Gátaca, será possível dentro de uns 50 anos? 100 anos? E que impacto que isso vai gerar na nossa civilização?

Um ser supremo

Imagine que os cientistas encontrem e manipulem gens específicos, para conseguir força, inteligência, efeitos curativos para machucados mais rápidos, em fim, um ser humano diferente, superior ao que hoje somos. Será que com isso, seremos obsoletos? Deixaremos de ser quem somos?

E algo como o mundo do Immortal, que eles manipulam e até vendem tratamentos genéticos, onde você escolhe o que deseja para o seu corpo...

Tudo isso, poderá nos extinguir, imagine que esse suposto ser supremo, na realidade é tão inferior, como hoje somos? A inveja, o ciume, o egoismo, poderá torna-lo um depóstata... e imagine então, uma nova raça de seres superiores... eles talvez, seriam os ditadores do mundo... e a atual raça humana, nada mais que seus escravos.

Vamos então para uma civilização de 1 bilhão de anos

Se conseguirmos chegar aos 10 mil, certamente, chegaremos ao ano 100 mil... porque? Porque já conseguiremos ultrapassar os limites do nosso sistema estelar, então, a Terra deixará de ter todos os ovos em um cesto e no caso de um grande acidente, a raça sobreviverá.

Mas 1 bilhão de anos? O que essa civilização fará? Será que teremos sentimentos? O Deus de hoje continuará existindo?

Na Ficção Científica, existem milhares de hipóteses, para a nova humanidade e civilizações futuras, que são, em alguns caos felizes e outros catastróficos.

No caso da série Perry-Rhodan, a Terra, é o berço da humanidade, que começou com experiências há mais de 200 mil anos... e hoje, estamos no ano de 3500 no novo calendário, muito além do nosso tempo e continuamos evoluindo.

Em outros, a Terra, depois de um cataclisma, deixou de ser o que era, com isso tudo mudou.

Em outros casos, as máquinas tomaram conta e o homem e a vida orgânica, não passa de um mito.

Em outros, a Terra se tornou um mito, para um império estelar de mais de 20 mil planetas e mais de 10 mil anos de existência.

O que será então?

Arthur C. Clarck, criou uma cidade eterna, onde eles vivem lá, a mais de 1 bilhão de anos, são pessoas que vivem mais de 800 anos, uma cidade que se auto regenera, ela em sí é um grande organismo e nós, parte dela...

Onde que eu quero chegar?

Penso que devemos sempre pensar no além e para nós, os meros mortais, quando 100 anos parece muito, 1 mil anos, parece uma eternidade, 1 milhão de anos, algo para só imaginar, mas 1 bilhão de anos... não tem o que se pensar.

Eu fico só imaginando o que poderiamos fazer se pudessemos ver o universo em 1 bilhão de anos, e que perguntas teriam sido respondidas, como: - Encontramos com Deus? - A vida, é algo divido? - A Via Láctea, se chocou mesm com Andromeda? - O SOL já explodiu? - A Luz, é o limite de tudo? - Existem outros universos e outras dimenções? - O Tempo é inexorável ou podemos dobra-lo e molda-lo? - Se a vida é divido, então, existe a alma?

Essas e tantas coisas que me fazem pensar que também, na minha pequenez, esqueço que no universo visível, temos bilhões de galáxias, isso mesmo, bilhões e bilhões de estrelas e quem sabe, também, bilhões de tipos diferentes de vida... e quem sou eu para pensar que poderei chegar lá?

A imaginação do homem, tem esse poder e é isso que eu gostaria de fazer você pensar... você, olhando o universo dentro de 1 bilhão de anos e ainda, parte da civilização humana que conseguiu crescer, evoluir e sobreviver a tantos problemas que certamente teremos pela frente.

About the author: Analista de Sistemas, especialista de projetos para Internet desde 1993, projetista e mantenedor de diversos sites no Brasil, como os sites da FAMEM, TVN e outros.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home